Página Principal   Feedback 
=

Feedback

 

Aqui pode enviar o seu testemunho e ou o seu comentário acerca dos livros e ou desta página web. A diferença entre testemunhos e comentários é que apenas os primeiros ficam publicamente visíveis nesta página, aparecendo aleatoriamente na caixa "Testemunhos", do lado direito do écrã, após validação. Os comentários têm caráter privado.

parajumper norge moncler jakke parajumper salg uggs salg parajumper jakke barbour jakke canada goose norge canada goose jas parajumpers jassen moncler muts belstaff jas moncler jas duvetica jas peuterey jas
 
Testemunhos Enviar
Prof. Doutor João Borges de Assunção 2008-04-27 Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais - Univ. Católica Portuguesa (Lisboa) Esta obra [Casos Reais Resolvidos e Explicados] baseia-se numa ideia original e interessante para demonstrar a utilidade prática do Cálculo Financeiro. O autor propõe-nos uma viagem pelo universo dos produtos e serviços que os bancos portugueses oferecem nos seus sites na Internet. (in Prefácio)
Ver todos
 
Termo do dia Ver Glossário
Renda perpétua
Diz-se habitualmente que uma renda é perpétua se o seu número de termos é ilimitado. É uma má definição. É preferível dizer que uma renda é perpétua se o seu último termo já não acrescentar valor significativo ao valor actual (global) da renda (numa renda perpétua só faz sentido calcular o respectivo valor actual, não o valor acumulado). É perfeitamente possível que uma renda com 100 termos, por exemplo (número limitado e baixo, portanto) possa ser considerada como "perpétua" (basta que a taxa seja suficientemente elevada para que o valor actual do 100º termo se aproxime de 0). No fundo, o que determina se uma renda é perpétua ou temporária não é (apenas) o número dos seus termos, mas sim o número de termos e (também) a taxa considerada.
(c) 2014 Rogério Matias. Todos os direitos reservados.