Página Principal   Livros   Exercícios Resolvidos e Explicados   Volume I 
=

Volume I

 

Obra de cariz marcadamente prático que visa sobretudo complementar o manual “Cálculo Financeiro. Teoria e Prática”.

 

É exclusivamente composta por exercícios, de diversos tipos e graus de dificuldade, resolvidos e explicados.

 

Publicado em 2008, este é o único volume de "Exercícios Resolvidos e Explicados" até ao momento, mas pode acontecer que venha a ser publicado outro no futuro, com outros exercícios.

 

Para detalhes e material de apoio, escolha as opçoes disponíveis no menu à esquerda.

 

 

 

 

parajumper norge moncler jakke parajumper salg uggs salg parajumper jakke barbour jakke canada goose norge canada goose jas parajumpers jassen moncler muts belstaff jas moncler jas duvetica jas peuterey jas
 
Testemunhos Enviar
Hugo Ferraz 2004-11-08 Escola Profissional de Ourém Consultor Formador Área da Gestão de Empresas; Coordenador Departamento Formação Empresarial Escola O texto apresenta uma simplicidade e objectividade de linguagem que certamente motivarão qualquer leitor no percurso de aprendizagem que deverá fazer. Não só por isso, mas também devido a esse facto, as minhas felicitações. Prova disso são os inúmeros comentários que já tive ocasião de vir a fazer ao livro, em inúmeras ocasiões: nos grupos de formação em que participo como formador, com os meus conhecidos e a outros colegas com responsabilidade em associações empresariais. Apesar de ter a quase totalidade do meu tempo comprometido, a simplicidade e facilidade com que desenvolve as temáticas fizeram com que em relativamente pouco tempo pudesse ficar com uma ideia significativamente precisa sobre os fundamentos técnicos e científicos subjacentes.
Ver todos
 
Termo do dia Ver Glossário
Renda perpétua
Diz-se habitualmente que uma renda é perpétua se o seu número de termos é ilimitado. É uma má definição. É preferível dizer que uma renda é perpétua se o seu último termo já não acrescentar valor significativo ao valor actual (global) da renda (numa renda perpétua só faz sentido calcular o respectivo valor actual, não o valor acumulado). É perfeitamente possível que uma renda com 100 termos, por exemplo (número limitado e baixo, portanto) possa ser considerada como "perpétua" (basta que a taxa seja suficientemente elevada para que o valor actual do 100º termo se aproxime de 0). No fundo, o que determina se uma renda é perpétua ou temporária não é (apenas) o número dos seus termos, mas sim o número de termos e (também) a taxa considerada.
(c) 2014 Rogério Matias. Todos os direitos reservados.